Sistema Telegestão da Rede de Rega do Sotavento Algarvio

Telegestão de redes de rega

Numa região em que o abastecimento de água para suprimento à população e sectores agrícola e industrial tem sido uma constante preocupação das entidades responsáveis pela gestão dos recursos hídricos, tomou forma o programa de aproveitamento hidro-agrícola Beliche-Odeleite.

O aproveitamento hidro-agrícola estende-se ao longo do sotavento algarvio, através da faixa costeira e de meia encosta, nos melhores solos do litoral e barrocal.

A área beneficiada está dividida em blocos de rega, tendo cada um a respectiva rede de rega independente.

O Sistema de Monitorização, Automatização e Telegestão foi executado pela Actemium, com uma solução técnica baseada em equipamentos e ferramentas próprias integradas e com uma implementação relevante no país em vários sistemas de rega, desde o Alentejo até Trás-os-Montes.

O sistema de supervisão é baseado numa arquitectura cliente/servidor.

O servidor do sistema de supervisão é responsável pela comunicação de dados entre as unidades de controlo localizadas nas diversas instalações do cliente, assim como a disponibilização dessa informação aos clientes da telegestão.

Unidades Remotas

Estas Unidades Remotas permitem a aquisição dos dados locais e a transmissão destes para o Centro de Controlo de Rega. Encontram-se instaladas nos hidrantes e caixas de contadores, onde são recolhidos dados de consumo, alertas de intrusão e queda de pressão em pontos cruciais da rede de rega.

As comunicações de e para os centros, realizam-se em suporte de rede telefónica móvel GSM/GPRS, onde se assegura o envio e a recepção de mensagens SMS para informação e reconhecimento de ocorrências e situações de alarme.

A produção destas Unidades Remotas realiza-se em Portugal, pela Actemium, onde é utilizada tecnologia moderna de produção e onde se realizam os devidos ensaios técnicos, de forma a garantir padrões de qualidade elevada.

As tarefas destas Unidades Remotas são as seguintes:

  • Aquisição e registo de dados relativos ao processo
  • Transferência de dados para o sistema de Gestão de Consumos

Unidade Remotas Locais

Instaladas nos interfaces entre o sistema primário e secundário, têm como função a interligação da automação local com o sistema de telegestão, permitindo assim a aquisição de dados e a execução de ordens remotas a partir do centro de despacho principal.

Principais características:

  • Aquisição e registo de dados relativos ao processo
  • Controlo manual dos accionamentos/estação
  • Recepção de dados do Sistema de Supervisão e Controlo ou outros autómatos
  • Transferência de dados para o sistema de Supervisão e Controlo

Software de Monitorização da Automação

O sistema de monitorização, automatização e telegestão é constituído por um sistema integrado para o sistema principal e para o sistema da rede secundária de rega.
O sistema central de supervisão é baseado na versão mais recente do software ViewStar ICS.

Em complemento, são utilizados os módulos de software ViewGest dedicado ao Centro de Comando de Rega (CCR) e o software de mensagens SMS, ViewAlert.

O módulo de software ViewGest da Actemium, que é composto por uma plataforma WEB e base de dados do tipo SQL Server, permite o acesso a partir de qualquer computador com um web browser, está mais ligado às funções de gestão de consumos.

ViewGest - Módulo de Software dedicado à Gestão, Monitorização de Consumos do Sistema Secundário de Rega (CCR)

O Módulo de Software ViewGest, é um módulo de software integrado no ambiente do software de telegestão Viewstar ICS, é dedicado à gestão da rede de rega e dos consumos.
Este módulo assegura a exploração racional da rede, nomeadamente o acompanhamento do perfil de rega da parcela, bem como de detecção de anomalias e consequente aviso, também ao nível de parcela.
Assegura também o registo e exportação de elementos necessários à facturação dos consumos.

Através da solução adoptada, qualquer utilizador (cliente) com direitos para tal, poderá aceder à aplicação através de qualquer PC, Ipad, telemóvel ou tablet Android com explorador de internet instalado que se encontre dentro da rede Ethernet do servidor WEB ou via internet, caso seja disponibilizado um acesso para esse fim.

ViewAlert - Módulo de Software Dedicado ao Sistema de Prevenção

O sistema de Prevenção é utilizado para reportar alarmes e/ou eventos em formato de mensagem SMS para os operadores ou responsáveis de manutenção.
Tem as funcionalidades de configurar os alarmes a enviar, definir equipas de prevenção por semana, incluir e retirar elementos da equipa de prevenção, atribuir nº de telefone e definir hierarquias de envio.

O envio pode ser configurado com ciclos de repetição até ser reconhecido (por SMS ou no sistema central) e de sequência hierárquica se o pedido não for atendido a partir de nº de tentativas definidas.
Todas as mensagens enviadas são gravadas na base de dados para consultas posteriores.

ViewGest M - Módulo de Controlo de Obras de Exploração/Manutenção

Esta funcionalidade permite facilitar a interface com os operadores do sistema MAT, ao nível da gestão e exploração do sistema, de forma integrada. As funcionalidades a implementar são desenvolvidas de forma customizada, numa aplicação ligada ao sistema de gestão de consumos ViewGest.

O sistema permite as seguintes acções:

  • possibilidade de o operador introduzir o número de obra no início de cada intervenção através do smartphone ou tablet;
  • terminando a intervenção fica registada a hora de conclusão, assim como comentários ou outros;
  • é possível filtrar depois os dados por número de obra, número NPP/hidrante, tipo de intervenção.

O sistema garante a criação do histórico, em formato digital, de todas as intervenções abertas, podendo ser impresso a pedido, com todas as vantagens inerentes de procura de dados, eliminação de espaço de arquivo, etc. Evita-se assim a utilização de suporte físico dos dados (em papel) das intervenções assim como o seu consequente armazenamento.

Entre as várias vantagens da utilização de um sistema online do tipo preconizado, destaca-se ainda a possibilidade de fazer uma análise clara das ocorrências por instalação, de forma a identificar-se situações anómalas e recorrentes.

Voltar à lista Seguinte